sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Justiça determina arresto de R$ 4,2 milhões para pagamento do aluguel social

O Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) determinou, nesta quinta-feira, o arresto de mais R$ 4,2 milhões dos cofres do governo do estado para o pagamento do aluguel social a 9.640 famílias cadastradas, em 15 cidades. A Secretaria de estado de Fazenda confirmou arresto de R$ 1,5 milhão remanescentes na conta após o cumprimento do bloqueio solicitado pelo Tesouro Nacional.

A extinção do programa aluguel social, uma das medidas anunciadas no pacote de austeridade do governo do estado, levou centenas de beneficiários às ruas do Centro da cidade, na manhã de quinta-feira. Além de faixa, nariz de palhaço e panelas, os manifestantes carregavam a incerteza de serem despejados de casa a qualquer momento. O pagamento do aluguel está atrasado há dois meses, e pode deixar de ser depositado em junho de 2017.

O programa foi criado em 2010 para a remoção de famílias de áreas de risco.


0 comentários: